Vale e SC

Uso de internet no campo já é realidade do produtor rural catarinense

Em Santa Catarina, 92,6% dos agricultores já utilizam o smartphone no dia a dia

O universo do agronegócio no Brasil tem vivido uma ampla e profunda transformação nas últimas décadas. Cada vez mais distante dos velhos estereótipos, o produtor rural está se modernizando, incorporando novas tecnologias e mudando o modo de gerenciar os rumos do seu negócio. É isso o que revela uma pesquisa inédita realizada pelo Sebrae. Dados levantados pelo estudo “Tecnologia da Informação no Agronegócio” mostram que em Santa Catarina 92,6% dos agricultores usam aparelhos celulares no dia a dia.

Para o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, a pesquisa confirma a necessidade de investimentos no meio rural. “No mundo atual, onde o pequeno produtor precisa agregar valor ao seu trabalho e se diferenciar do restante do mercado, o acesso aos instrumentos digitais é algo fundamental para a conquista de novos públicos consumidores e para elevar o nível de competitividade do negócio”, comenta. O resultado do estudo do Sebrae é expressivo, já que o acesso médio da população brasileira à Internet por meio de aparelhos celulares é de 62%, segundo o Google Consumer Barometer.

A pesquisa da entidade ouviu 4.467 produtores rurais, entre 29 de março e 12 de abril, nos 27 estados do país. Em Santa Catarina, 50% dos produtores já fizeram alguma compra pela Internet, 46,8% já usaram a web para efetuar vendas e 38,4% dos empreendimentos rurais possuem página na Internet ou perfil nas redes sociais.

Quanto ao tema da gestão, apesar de 78,4% dos empreendedores rurais catarinenses já praticar o gerenciamento administrativo e financeiro dos seus negócios, apenas 35,8% fazem isso por meio de ferramentas digitais de gestão. Entretanto, a maior parte deles (73,5% dos entrevistados) informou que utilizaria esses recursos se eles estivessem disponíveis.

Segundo a pesquisa do Sebrae, 68,1% dos empresários rurais que informaram não utilizar a conexão de internet móvel dizem que não o fazem, predominantemente, porque não há provedor/sinal em sua região. “Garantir o acesso dos pequenos produtores rurais à Internet é, não somente, assegurar um direito, mas também uma forma de atrair os jovens de volta para o campo e aumentar a renda desses empreendimentos por meio dos ganhos diretos e indiretos proporcionados pelo uso dessas tecnologias”, destaca o presidente do Sebrae.

Veja alguns números da pesquisa em Santa Catarina

Acesso celular e uso da Internet: 

  • 92,6% dos entrevistados usam aparelho celular

Acesso à Internet por meio de Smartphones (Por Faturamento):

  • 71% das microempresas acessam à internet por meio do celular
  • 85% das empresas de pequeno porte acessam à internet por meio do celular
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar