Vale e SCVariedades

Gestão de saúde: Das necessidades que surgem as soluções

O caminho certo para entender as demandas da saúde devem passar pelos colaboradores. Este e outros assuntos foram destaque no bate-papo do PGN com o gestor de saúde e ex-secretário da pasta em Pomerode, Rafael Ranthun

Rafael Ranthun, gestor de saúde e ex-secretário de saúde de Pomerode

Em 2017, cinco das cidades associadas a AMMVI (Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajai) – Pomerode, Blumenau, Indaial, Timbó e Benedito Novo – foram destaque com seus trabalhos no Congresso Nacional das Secretarias Municipais de Saúde, em Brasilia, promovido em julho do ano passado. Nas temáticas dos trabalhos, soluções para a resolução de demandas da área da saúde que parecem, por vezes, passar longe dos olhos das altas cupulas de decisão desta pasta.

E, muitas vezes, é das bases que nascem as demandas responsáveis por modificar ações voltadas à saúde nas cidades. É nelas, muitas vezes a primeira zona de contato com o paciente, que é encarado um determinado problema de frente, procurando assim a solução viável que permita melhorar ainda mais atendimentos e processos.

Esta e outras filosofias estiveram em destaque na fala de Rafael Ranthun, ex-secretário de saúde de Pomerode, gestor de saúde e que compartilhou no PGN alguns de seus conhecimentos a respeito da gestão desta pasta e de seus erros e acertos quase comuns em vários municípios do estado e do Brasil.

Confira:

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *